Confira os 9 melhores episódios de The Office

A série “The Office” é um dos maiores exemplos de mocumentário — a palavra vem do inglês mockumentary, um neologismo que une os conceitos de “mock”, que quer dizer “zombar”, com documentary, que significa “documentário”. O estilo pretende, portanto, criar uma narrativa de comédia, com depoimentos que quebram a quarta parede e colocam os personagens falando enquanto olham diretamente para a câmera, como acontece, de fato, em muitos documentários.

Estrelada pelo genial Steve Carell, que dá vida ao protagonista Michael Scott, a série norte-americana é uma versão do “The Office” britânico, que também foi um grande sucesso. Os roteiristas nos mostram, a cada episódio, como a criatividade pode transformar uma história aparentemente despretensiosa, que fala sobre a rotina de funcionários de uma empresa de papel, em um verdadeiro fenômeno de audiência.

Se você ainda não assistiu “The Office”, temos três alertas: o primeiro é que este texto contém spoilers, o segundo é que você não sabe o que está perdendo e o terceiro é que a série está disponível em nossa plataforma, então não perca tempo e corra para maratonar. O riso é mais do que garantido.

Melhores episódios de The Office

A série é um grande exemplo de produções que acertaram do começo ao fim, mas é claro que alguns episódios fizeram história. A seguir, confira alguns dos melhores momentos de “The Office”:

Dia da Diversidade: Temporada 1, episódio 2.

A filial da Dunder Mifflin, em Scranton, resolve promover um dia para que os funcionários falem a respeito da importância da diversidade. Michael Scott, como bom representante do cidadão médio, dispara inúmeros chavões que, definitivamente, não fazem parte do conceito de diversidade. Scott e Dwight deixam o palestrante convidado em uma verdadeira sinuca de bico e, depois de considerar que o treinamento não tinha sido bom, o chefe resolve criar sua própria palestra sobre o assunto.

Os Dundies: Temporada 2, episódio 1.

A segunda temporada da série já começa com tudo. Nesse icônico episódio, temos a premiação que entrega os Dundies, com Michael Scott se esforçando, daquele seu jeitinho único, para valorizar as qualidades de cada funcionário. Em um jantar que desperta aquele velho sentimento de vergonha alheia, vemos uma apresentação de rap e o discurso nonsense do chefe. Em termos de evolução narrativa da série, é bacana perceber como, a partir da segunda temporada, as relações entre os personagens ficam mais profundas.

A Noite do Cassino, Temporada 2, episódio 22.

O último episódio da temporada exibe uma ação beneficente, promovida pelo escritório. Aqui os espectadores se divertem com a antiga rivalidade entre Jim e Dwight, que é induzido a acreditar que tem superpoderes. Esse capítulo também é bacana em relação a Jim e Pam, que vivem uma cena muito bonitinha. Os dois já são apaixonados um pelo outro, mas só agora Jim decide se declarar e acaba beijando a colega de trabalho.

Treinamento de Segurança, Temporada 3, episódio 20.

A terceira temporada da série é sem defeitos. Com episódios divertidos e cenas icônicas, “The Office” evolui muito bem. Um exemplo de roteiro impecável é o episódio Treinamento de Segurança, que coloca Scott em uma demonstração mais do que prática de que, sim, o ambiente de trabalho pode representar perigo. O chefe entra no clima do treinamento e sobe no telhado do prédio, dizendo que vai pular.

Jogos na Praia, Temporada 3, episódio 23.

Os fãs da série costumam citar o episódio sempre com muito carinho. O enredo mostra a equipe de Dunder Mifflin indo à praia — exceto pelo fato de que a “praia” era, na verdade, um lago. Os jogos são realizados para que Michael Scott pense em quem poderia ocupar seu lugar caso ele ganhasse uma promoção e fosse enviado à matriz. Uma cena icônica desse episódio é o momento em que Andy usa uma roupa com muitos enchimentos para boiar no lago.

O Depoimento, Temporada 4, episódio 12.

Nesse episódio, Steve Carell mostra a que veio. Scott está envolvido com Jan, que foi sua antiga chefe, e agora está movendo uma ação judicial contra Duder Mufflin. Embora ainda seja funcionário da empresa, Scott precisa depor contra o próprio escritório. O episódio mostra, de forma brilhante, esse embate moral que acontece na cabeça do protagonista ao não saber se deve defender o seu trabalho, ou a sua nova paixão.

As cenas do depoimento em si são simplesmente impagáveis, e conseguem ilustrar esse conflito interno vivido pelo personagem.

Niagara, Temporada 6, episódios 4 e 5

Esses episódios mostram um dos momentos mais aguardados pelos fãs da série: o casamento entre Jim e Pam. Depois de anos de namoro, o casal decide trocar alianças em uma cerimônia feita na região das famosas cataratas de Niágara. Os episódios mostram duas cerimônias: uma tradicional e outra com todos do escritório fazendo um número de dança na igreja.

Venda de Garagem, Temporada 7, episódio 19

O icônico Michael Scott deixa a série na sétima temporada. Sua saída começa a ser arquitetada a partir desse episódio. A trama mostra todos os funcionários envolvidos com uma venda de garagem, algo bastante comum nos EUA. Scott aproveita a ocasião para pedir Holly em casamento e anunciar que decidiu ir morar com a amada em outro estado.

Final, Temporada 9, episódios 24 e 25

Quando o episódio final de uma série é dividido em dois capítulos, sabemos que vem coisa boa por aí. Em “The Office”, não foi diferente. A despedida da série começa com um salto temporal de um ano, com todos os personagens falando a respeito de um documentário que gravaram ao longo desse período. A série também mostra Dwight se preparando para casar com Angela e recebendo uma grande visita.

***

“The Office” é uma série mais do que indicada para quem gosta de rir e se emocionar ao mesmo tempo. Os episódios estão disponíveis para os assinantes da Watch Brasil, então agora não tem mais desculpas para você não ver, hein! Capriche na pipoca e pode se preparar para uma daquelas produções deliciosas para maratonar no fim de semana!

 

Fonte da imagem: Canal Tech.

Veja também