O que são leads para provedores de internet e como tratá-los?

Descubra agora o que são leads para provedores de internet e a importância deles para o crescimento da sua empresa!

Você sabe o que são leads para provedores? Lead é um conceito básico para o marketing digital, que define possibilidades de venda para a empresa. Ou seja, um lead é um cliente em potencial. Alguém com um perfil compatível com a sua persona, o seu cliente ideal.

Entretanto, antes de considerar todo contato como um lead qualificado, é preciso entender melhor como funciona esse conceito. Afinal, além da captação também é essencial levá-lo pelo funil de vendas, para garantir que se torne um cliente efetivo.

Então, o que é um funil de vendas?

O funil de vendas é uma estratégia mercadológica que leva em consideração 3 etapas na jornada de compras de um usuário:

  • Topo de funil – aprendizado e descoberta | reconhecimento de problema;
  • Meio de funil – consideração de solução;
  • Fundo de funil – decisão de compra.

Cada usuário que entra em contato com a sua empresa está em alguma dessas fases. Por isso é importante captar leads e classificá-los em qualificados ou desqualificados. E por fim, trazer conteúdos para que eles possam conhecer sua empresa e a solução que ela está oferecendo para fechar uma compra.

Entenda melhor como funciona o conceito dos leads para provedores:

Leads para provedores de internet

Em primeiro lugar, um lead é um contato que demonstrou interesse pela sua empresa. Nesse sentido, vai além dos seguidores da sua marca nas redes sociais. Você pode perceber o potencial de um lead para provedores de acordo com a interação dele com a sua empresa.

Então podemos definir que o usuário cedeu alguma forma de contato, para que a sua empresa possa iniciar um relacionamento mais próximo. Por exemplo, quando um site oferece um e-book ou uma cartilha, e o usuário deixa seu e-mail para fazer download do material – é um lead. Em troca do material, deixou um contato para que a empresa pudesse enviar mais informações sobre seus produtos e serviços.

Dessa forma, toda vez que um usuário solicita um atendimento, faz alguma pergunta e deixa o e-mail ou telefone para que sua empresa possa entrar em contato, ele se torna um lead.

Que informações coletar dos leads?

É importante captar informações que facilitem a conversa com o usuário. Por isso é essencial pedir dados básicos que possam ajudar a entender como o possível cliente usará seu serviço. Por exemplo:

  • Nome;
  • Telefone;
  • Email;
  • Quantas pessoas vão precisar utilizar a rede;
  • Uso pessoal ou de trabalho;
  • Se é utilizada para jogar;
  • Se existe a necessidade de conexão via wi-fi ou cabo;
  • Qual o atual plano que o usuário está utilizando.

Com essas informações, você pode manter um arquivo com seus melhores leads e os contatos que ainda não estão prontos para se tornarem assinantes, facilitando o contato com os interessados. Além disso, quando os leads se tornarem clientes, você poderá migrar facilmente esses dados para a sua base de assinantes.

Logo após, com uma boa base de leads em mãos, é preciso nutri-los, para garantir que ele se torne um cliente fiel da sua empresa. E em caso de contratação dos planos básicos, o provedor pode retomar essas informações e verificar se há a possibilidade de vender um plano mais rentável para a empresa.

Classificando os leads para provedores

Como uma boa campanha de captação de leads, você já estará trabalhando com um público que demonstrou interesse por seus serviços. Essa é uma estratégia para definir como será a comunicação com cada usuário.

Em termos básicos, existem os leads qualificados e desqualificados, é necessário definir o nível de interesse dessa pessoa, antes de continuar a se comunicar com ela. Os leads frios acabaram de conhecer a empresa e não sabem direito o que querem. Dessa forma, eles precisam de mais informações sobre sua empresa, seu serviço e os principais diferenciais.

Um lead qualificado já conhece a sua empresa e está muito interessado pelos seus serviços. Agora esse lead precisa de argumentos para fechar a compra. Geralmente esse usuário já pode falar diretamente com o responsável pela área comercial, ou com um vendedor experiente, que vai entender seu atual problema e oferecer a melhor solução.

Com a devida classificação de leads você pode conquistar, de forma rápida e prática, mais clientes para a sua empresa.

O que faz um visitante se tornar lead?

O que faz com que uma pessoa nova chegue até a página da sua empresa e se torne um lead, ou seja, forneça dados de contato, é basicamente o conteúdo que você faz e publica em seu site e também nas redes sociais.

mulher consumindo conteúdo do site de um provedor de internet, sendo uma lead em potencial

Muito além de simples textos ou de publicações sem muito espaço para interação, o lead vem através de conteúdo estratégico, ou seja: daquele conteúdo feito para que a pessoa se sinta interessada na sua marca, no seu produto ou no seu serviço.

As “iscas” para atrair novos leads variam conforme a sua disponibilidade em investir, mas, de modo geral, são aquelas coisas gratuitas, que os visitantes consomem porque entendem que não há nada a perder. Veja alguns exemplos:

  • E-books gratuitos: para baixar o e-book, será necessário que a pessoa se cadastre e forneça dados de contato;
  • Aulas gratuitas: ao convidar o visitante para se inscrever e participar de uma aula gratuita ou webinar, você também vai conseguir coletar as informações de contato;
  • Newsletter: quando alguém assina uma newsletter, essa pessoa está disposta a receber seu conteúdo via email. O inteligente, aqui, é criar conteúdos atraentes e que, ao fim de cada email, convidem a pessoa a visitar seu site ou contratar seu serviço;
  • Cursos online: ver um curso gratuito é uma oportunidade imperdível para muitas pessoas e, ao oferecer esse tipo de conteúdo, você poderá mostrar como domina sua área de atuação e o que seus clientes ainda podem aprender se oficializarem a compra.
  • Kits: ao oferecer uma coletânea de vários materiais gratuitos, como infográficos e templates, sua marca também consegue firmar os laços com o público-alvo.

Como qualificar e gerenciar leads?

Não é recomendado usar a mesma estratégia com todos os tipos de leads, por isso é essencial qualificar seus leads e, a partir disso, preparar conteúdos específicos para cada um deles.

O funil de vendas é extremamente útil nesse sentido também, pois ajuda você a entender seu público com base no interesse que ele tem em seu serviço e na forma como engaja e se relaciona com os seus conteúdos.

O que muda é a forma de convencimento que será utilizada em cada tipo de campanha, e o mais importante é entregar materiais, de forma constante, para cultivar a relação com cada lead e converter essa relação em vendas.

A ideia é sempre mostrar que a sua marca tem relevância, credibilidade e que pode resolver o problema do seu público-alvo. Quanto mais a sua empresa conseguir ser vista como interessante e confiável, mais vendas você vai conseguir fechar, em todos os níveis do funil.

A importância da qualidade dos leads

Ter muitos leads não significa vender bastante. Entender isso já é um grande passo rumo ao sucesso do seu negócio, por isso é fundamental que seus leads sejam de boa qualidade, ou seja, que interajam com a sua marca frequentemente e que se tornem clientes de fato.

É pela qualidade dos leads que conseguimos entender por que, por exemplo, empresas menores podem ter mais vendas em relação a grandes empresas, mas que não investem na produção de conteúdo para todos os níveis do funil.

Sua estratégia de marketing deve, portanto, produzir conteúdo para todos os tipos de leads, a fim de separar aqueles que são clientes daqueles que podem vir a ser.

equipe de marketing elaborando estratégia para provedor de internet

Não foque na quantidade de leads, mas sim na qualidade desses leads e nas conversões que as suas campanhas e os seus conteúdos geram para a sua marca.

Como gerar mais leads para o seu provedor de internet?

Para ter mais leads e para que esses leads sejam de qualidade, é importante agir de forma estratégica. Em relação aos serviços de provedores de internet, separamos algumas dicas que costumam apresentar excelentes resultados. Confira:

Melhore seu site para ter mais conversões

O site do seu provedor é o local mais propício para que seus leads convertam em vendas, sabia? Por isso, é necessário investir e otimizar a sua home, para que, ao acessar seu site, o seu cliente tenha acesso a todas as informações necessárias para decidir pela compra.

Uma landing page inteligente é aquela que gera leads e, de quebra, converte esses acessos em venda. Contrate um pessoal capacitado para avaliar a funcionalidade do seu site, e também para posicionar sua marca no ranking de pesquisa do Google.

Invista em conteúdos que nutram os leads

A produção de conteúdo é de extrema importância quando pensamos em conversão e vendas. Por isso, é preciso entender seu público-alvo e, a partir daí, programar conteúdos direcionados para esse público.

Capriche nos conteúdos postados em suas redes sociais, invista na aba “blog” do seu site principal e crie uma linguagem própria, capaz de atrair a atenção do público e gerar valor.

Automatize o marketing do seu provedor

A automação, quando bem efetuada, pode gerar excelentes resultados em termos de conversão. Aposte em bots, respostas automáticas e emails marketing para que seus clientes se sintam valorizados e respeitados.

A automatização dessas ferramentas de marketing é algo que poupa tempo da sua equipe física e ajuda a melhorar a qualidade do seu serviço.

Faça campanha de referral

Já pensou que incrível se os seus clientes fossem responsáveis por gerar leads para o seu banco de dados? Isso é possível através das campanhas de referral, que nada mais são do que a oferta de bônus e brindes em troca da indicação do seu serviço para amigos.

Invista em anúncios pagos

Os anúncios das redes sociais funcionam muito bem e não é à toa. As ferramentas pagas nos permitem selecionar o público de forma bastante precisa e, assim, receber feedbacks e promover mais vendas.

Seus anúncios devem ser claros, criativos e chamativos, garantindo que seu conteúdo seja visto por mais pessoas e, claro, por mais leads em potencial. É por isso que ter uma boa equipe de marketing é essencial para o crescimento da sua marca.

Como nutrir leads?

Depois de classificá-los, é importante investir na nutrição da sua base de leads. Usuários que ainda estão no topo do funil, vão querer aprender mais sobre sua empresa. Traga conteúdos que conversem com esses usuários, exaltando a importância e diferencial de investir em um provedor de internet de qualidade.

Para usuários que já conhecem a sua empresa, você pode apostar em mais argumentos relacionados à venda, como os diferenciais da sua empresa: planos de internet, seus serviços adicionados e todos os benefícios para seus assinantes.

Respeitando as etapas do funil de vendas e a classificação dos seus leads, é possível melhorar muito as vendas da sua empresa. Fique atento para reconhecer todos os usuários interessados no seu serviço e não perder nenhuma oportunidade de negócio, provedor!

Aproveite também para conhecer o nosso blog e conferir outras dicas para que as vendas do seu provedor aumentem — uma das melhores soluções é, sem dúvida, a inclusão de serviços de valor agregado (SVA), veja neste texto tudo o que explicamos sobre o assunto.

Veja também